Amado Jorge (2005)

O texto Amado Jorge, como o próprio título já diz, trabalha com o universo romanesco do escritor baiano, inserindo-o na história de um menino que passa a procurar, obsessivamente, pela mãe que nunca conhecera. Filho do coronel Bonfim, o menino teria como mãe uma das tantas prostitutas que se deitaram na cama do pai. Mas, qual delas? A narrativa toma ritmo frenético quando o menino descobre que o coronel, futuro presidente do Brasil, não é seu pai. Com a ajuda dos personagens de Jorge Amado, principalmente Vadinho, ele vai, agora, em busca não só da mãe, mas também de seu verdadeiro pai, levando a história a um desfecho surpreendente.

Voltar